Bem-vindo, Visitante
<b>Ernesto de Fiori</b><br>Duas amigas, circa 1943 Óleo sobre tela, 100 x 65 cm</br>Doação, Mário De Fiori, 1947
Ernesto de Fiori
Duas amigas, circa 1943 Óleo sobre tela, 100 x 65 cm
Doação, Mário De Fiori, 1947
Sobre o curso Este curso buscará suscitar elucubrações e fabulações que coloquem em relação arte e política a partir de uma perspectiva queer/kuir. De maneira introdutória, tratará, primeiramente, de investigar alguns conceitos e discussões que constituíram a base dessa paisagem que é, ao mesmo tempo, conceitual e corporal. Posteriormente, pensaremos sobre os ecos dessa discussão a partir da consideração de obras de artistas e críticxs/historiadorxs da arte. E, por fim, buscaremos refletir sobre a maneira pela qual vidas, práticas artístico-existenciais e discursos de (contra)autoridade colocam em xeque a apropriação da teoria queertrans-histórica e trans-culturalmente.
Planos de aulas (clique para mostrar/ocultar)
03/11. Aula 01.
Ancorações introdutórias da teoria queer
Teorias da performance e da performatividade (Goffman, Turner, Austin); teorias feministas, de gênero, sexualidade e o construcionismo social; Foucault e a questão dos enunciados; Judith Butler e Paul B. Preciado.

10/11. Aula 02.
A arte e o queer
Hesitações em torno de uma arte queer; perspectivas queer na história e crítica da arte; Marcel Duchamp e Rrose Sélavy; a arte corporal de Michel Journiac e a desterritorialização absoluta do sexo; dissidências sexuais e de gênero na arte pós-1960.

17/11. Aula 03.
Queer nos trópicos?
(De)formações kuir; vazamentos entre arte, existência e política; as dissidências sudacas; a questão da (não)humanidade; teoria kuir e decolonialidade.

Coordenação (clique para mostrar/ocultar)
Vitor Grunvald é mestre pelo Museu Nacional/UFRJ e doutor pela USP em Antropologia Social. Faz parte do Núcleo de Antropologia, Performance e Drama (NAPEDRA) e do Grupo de Antropologia Visual (GRAVI), ambos do Laboratório de Imagem e Som em Antropologia (LISA/USP). Foi pesquisador visitante do departamento de História da Arte da McGill University e possui formação também em cinema pela Academia Internacional de Cinema.Nos últimos anos, tem desenvolvido reflexões sobre gênero, sexualidade, teoria queer/kuir, arte, imagem e performance, além de oferecer cursos sobre estes temas e estratégias documentais em diversas instituições.
Titulo
mensagem
Ok!